O Paradoxo do “Conflito pela Fuga do Conflito”.

Diante de tantos embates que alimentam discussões acaloradas, e influenciam o rompimento de relações afetivas, inclusive familiares, eis que surge o paradoxo do “conflito pela fuga do conflito”. Algo aparentemente contraditório que, impulsionado pela senso comum de que todo conflito é negativo, desencadeia respostas e reações negativas, às vezes até violentas, exatamente com a justificativa de “não ter mais briga”.

Continuar lendo

Escolha um hobby com propósito!

Em meio aos discursos sobre produtividade e alta performance, sugerir nas mentorias individuais que as pessoas encontrem um hobby parece até controverso. Mas releia o título com atenção, pois a proposta é que se escolha um hobby com PROPÓSITO! Sim, ainda precisamos falar sobre propósito, apesar do conceito já ter sido muito usado, e até gasto, de certa maneira. Persiste a necessidade de explorar melhor seus significados prático. Contudo, vamos começar pela ressignificação de hobby. Continuar lendo

Saímos mesmo diferentes das crises?

Pelo título você pode até pensar: “nossa, mais um texto sobre a crise do Coronavírus”; mas garanto que a reflexão que proponho aqui é atemporal, ainda que a inspiração seja mesmo nosso momento atual, especialmente as frases ditas ou escritas por diferentes pessoas, como: “sairemos diferentes dessa crise”; “veremos muitas mudanças depois do Coronavírus”; ou “as pessoas irão agir diferente depois disso tudo”. Será que saímos mesmo diferentes das crises?  Continuar lendo

Home Office – Integridade e Produtividade

Antes de tudo, preciso dizer a você algo a respeito da escolha do tema. Escrevo esse texto em março de 2020, e estou no terceiro dia da quarentena recomendada pelo governo de Santa Catarina para deter o avanço do Coronavírus; mas considero que as inspirações que proponho aqui sobre integridade e produtividade no trabalho em home office são, de certa maneira, atemporais, e não se limitam aos momentos de isolamento impositivo como de agora. Continuar lendo

A importância do “aqui e agora” nas organizações!

O tempo é algo engraçado! Nós só o experienciamos no presente, no aqui e agora; ainda assim parecemos dedicar mais tempo (o que já é um paradoxo – rs) para as lembranças do passado, ou as preocupações com o futuro. Mas por que se torna cada dia mais importante focar no “aqui e agora”, especialmente nas organizações? Continuar lendo