Os Afetos das Palavras, e as Palavras de Afeto!

A palavra dita é como flecha atirada, não volta atrás! O ditado popular, de autor desconhecido, descreve bem o poder contido em cada expressão da nossa comunicação, seja num bate-papo, mensagem ou “post nas redes sociais”. Particularmente, penso que toda palavra traz consigo o potencial de um tijolo; sim, parece engraçado, mas é a pura verdade, afinal elas podem servir para construir pontes que unam as pessoas, ou criar muros que as separam. E talvez seja este nosso aqui e agora um excelente momento para falar sobre os afetos das palavras, e a importância das palavras de afeto!

Em meio às incertezas que nos rondam, quando estamos com os “nervos à flor da pele”, com tantas coisas nos afetando, damos pouca ou nenhuma atenção à escolha das palavras que usamos, ao tom com que as dizemos, ou à forma como interpretamos aquilo que nos é dito.

Por isso esse meu convite, meu genuíno desejo para você experimente refletir, junto comigo, sobre nossos afetos e palavras.

Os Afetos das Palavras

Acredito mesmo na máxima (clichê, mas verdadeira) de que “as palavras têm poder”; é fácil perceber no nosso dia a dia que há palavras que ferem, outras que curam! E ainda mais importante é reconhecer que somos nós os responsáveis por seus significados.

Costumo demorar para escrever um texto, pois gosto de escolher atentamente cada palavra. É comum eu consultar um dicionário de significados, outro de analogias, e ainda outro de sinônimos; tudo para me fazer claro; mas principalmente para que meus argumentos façam sentido, a fim de que você possa se conectar às ideias que se tornarão novas práticas, mudando (talvez) sua maneira de ser e agir.

Um fato interessante é que somos muito mais suscetíveis ao poder das palavras quando estamos no papel de ouvintes (ou leitores); reconhecemos mais facilmente o impacto daquilo que nos é dito. Mas quase nunca temos consciência imediata do peso daquilo que nós falamos, no momento em que “disparamos” as palavras nos alvos em que se tornam as outras pessoas.

As palavras afetam por meio de seu significados, mas também, e principalmente, pela maneira como elas reverberam dentro de cada um de nós, conectando-se às lembranças afetivas, construindo pontes ou muros, de acordo com o significado que são despertados. Por este motivo é preciso ir além daquilo que se quer dizer, a fim de se ter consciência daquilo que se deseja despertar na outra pessoa.Pode parecer um paradoxo, mas precisamos aprender a transferir o foco da mensagem para o interlocutor, olhando mais atentamente para essa outra pessoa; pois ela será, de uma maneira ou outra, afetada por aquilo que diremos, então, tenhamos apreço por esse afeto!

Palavras de Afeto

Existem palavras que precisam ser ditas, outras que merecem ser compartilhadas… Mas, na essência de todo o diálogo, o que importa é o afeto desvendado.

Sou absolutamente fascinado pelo verbo “desvendar”; sutil, e ao mesmo tempo tão forte, é uma palavra que nos lembra o quanto de afetos escondemos de vista, sentimentos ocultos, mantidos em angustiante sigilo, cuja libertação depende de tirarmos as vendas dos nossos próprios olhos.

Uma vez que você consiga reconhecer o afeto das palavras, imagine comigo que Palavras de Afeto são aquelas que nós, proposital e intencionalmente, carregamos com os melhores significados e afetividade. Com que atenção e carinho você escolhe essas palavras? Qual o tom você dá à fala feita com elas?Como já dizia a poeta Marisa Monte, na música Gentileza:

Apagaram tudo
Pintaram tudo de cinza
Só ficou no muro
Tristeza e tinta fresca

Nós que passamos apressados
Pelas ruas da cidade
Merecemos ler as letras
E as palavras de Gentileza

Por isso eu pergunto
A você no mundo
Se é mais inteligente
O livro ou a sabedoria

O mundo é uma escola
A vida é o circo
Amor: Palavra que liberta
Já dizia o profeta

Que possamos aprender nessa escolar, rir nesse circo e nos libertar por meio do amor, das palavras de afeto!
É esse o convite!
É verdade esse bilhete!
E é só por hoje!

Rafael Giuliano,
escolhendo cada palavra com carinho por cada pessoa que as lêem!

3 comentários sobre “Os Afetos das Palavras, e as Palavras de Afeto!

  1. “Rir nesse circo, nos libertar por meio do amor e das palavras de afeto”… Rafael, esse discurso não cabe nesse mundo de hoje. Por que a gente não se une para pensar num manual do tipo: “Estratagemas para driblar o mundo fdp e sobreviver por mais alguns anos”?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Então, Adriana, o que você diz é mesmo um fato! E não direi nenhum “mas”, “entretanto” ou “porém”! Até porque, concordo com você! E sei que mais gente aqui, lendo nosso diálogo nos comentários, concorda com você! Poderia até citar alguns nomes, pois as conheço bem! =D

      Sobre o “manual” com “Estratagemas para driblar o mundo fdp e sobreviver por mais alguns anos”, é exatamente disso que também falo no texto; claro, de uma maneira um pouco diferente de um manual. A ideia de reconhecer os afetos das palavras e trabalhar melhor as palavras de afeto envolve consciência de como somos afetados e afetamos. Às vezes sofremos por coisas sobre as quais não temos poder algum; noutros casos, deixamos de afetar a realidade da melhor maneira que poderíamos fazê-lo. Este é o convite!

      Sim, o mundo anda bem cheio de pessoas “fdps”, mas decidi que elas não transformarão a mim. O que posso dizer a você, que digo a qualquer pessoa sobre a árdua tarefa de lidar com “seres desumanizados” é que se nós deixarmos de lado nossos valores afetivos, não teremos apenas “perdido a guerra”, mas nos perdido na jornada.

      De alguém como você, não esperava menos do que o brado de alguém que não se cala diante dos absurdos de tanta gente que está no poder!

      Por isso, minha palavra de afeto para você é apenas obrigado; tanto pelo trabalho como jornalista quanto pela luta como ser humana!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s